quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Para Amanda - ATUALIZADISSIMO

A Amandinha está gravidissima, e irá dividir o quarto dela como bebê.
Como eu já disse aqui antes eu estou morando na minha casa há apenas 1 ano, e mesmo assim foi meio um presente de grego pra mim porque mamãe veio de brinde com todas as coisas dela junto (toda a mobilia de uma csa de 150 mts para caber numa casa de 40 mts). Logo o espaço que daria perfeitamente pra maridão, Neto e eu ficou apertado pra nós 4.
 Quando Neto nasceu estávamos na casa de mamãe, até tinha um quarto que poderia ser só dele, mas esse quarto precisava de reparos seríssimos e por isso optei por fazer o espaço de Neto no nosso quarto que era do tamanho da minha atual sala

Do jeito que fiz o quarto ficou bem dividido : A metade que aparece nas fotos era de Neto, a outra metade que não aparece era minha, existia um limite imposto pela decoração.

Por isso eu trouxe hoje umas ftos desse espaço de Neto, estão ruinzinhas porque são de camera comum, e como não tenho escanner tive que dar meu jeito eu fotografei as fotos com minha camera digital, eh pobreza

Olha eu grávida de uns 8 meses.
Os quadros fui eu mesma que fiz de ponto cruz com a moldura em EVA

O jogo de berço foi o único que encontrei com coelhinhos na época era dificil achar qualquer coisa de coelhinho, principalmente para meninos. Ele tinha coelhinhos, ursinhos e cachorrinhos de pano que ficavam nos bolsos de juta.

Não dá pra ver mas tem uma cesta em cima da comoda. Eu fiz uma tirinha de ponto cruz com o contorno da carinha do mickey em várias cores pastéis e coloquei na cestinha que eu usava pra guardar as pequenezas de Neto

Depois que tirei essa foto ainda coloquei mais coisinhas pra ele na parede, mas não tenho fotos.



Ah, essa foto eu tirei poucas horas após chegarmos da maternidade.
Cléo tomando conta de Neto.
Eu sai por um instante do quarto enquanto Neto dormia e quando voltei Cléo estava em cima da cama olhando pra Neto. Ela não resistiu e desceu da cama e ficou olhando pra ele no berço.
Na antiga casa ela ficava presa direto dentro de casa, pois moravamos numa rua movimentada. Como a casa tinha grades na janela a gente usava esse protetor pra ela não conseguir passar pelas grades. Mas só quando as janelas estava abertas.
Aqui no condominio ela e os filhostes ficam soltos direto. Ela enfim sentiu o gosto da liberdade.


Amanda, você pode até se sentir confortavel em dividir o quarto com o bebê, pois traz mais confiança pra gente. Neto nasceu com refluxo e teve muito refluxo até pouco mais de 1 ano de idade. Se o quarto dele fosse separado eu não conseguiria deixa-lo dormir sozinho.
Por várias vezes eu praticamente salvei a vida do meu filho em crises de refluxo por ele dormir no mesmo quarto que a gente.
E é mais prático também.
Tá certo, tira um pouco da intimidade do casal, mas fala sério, quem vai querer pensar em sexo logo depois de parir? Nessa hora só se pensa em paparicar o bebezinho, não tem espaço pra mais nada na vida da gente.

Quando você for escolher o seu novo armário, pense num de portas de correr pra economizsar espaço, também lembre do espaço para o fluxo de pessoas dentro do quarto.
Evite  por o berço próximo a janela por causa das correntes de vento que podem ocorrer.

Bom, por agora ésó, depois te mando mais coisas (niguém mandou me dizer que sou sua consultora oficial)




ATUALIZANDO


A lidiane me perguntou sobre abstinência, se isso faria mal ao relacionamento, então eu respondi a ela em seu blog e trago a resposta aqui pra vocês.
Adorei a abordagem, pois através dela pude expressar a minha opnião em um assunto tão dificil.

 Lidiane: "Manu, não é ruimm para um casal esquecer do sexo depois que tem filho? Sei que deve haver um período até que volte a normalidade, mas depois desse período (pensando no que é bom para o casal), a abstinência não pode prejudicar a relação???"


Resposta:
Não é intencional,é automático, os hormonios fazem a mulher se tornar apenas mãe e o pai se torna o ser mais coruja possivel. Por um bom periodo após o parto o casamento fica ems egundo plano, nao intencionalmente mas automaticamente.
Já vi isso acontecer com muita gente, depois volta ao normal. É instintivo, é do bicho homem proteger o seu filhote, por isso se dedica totalmente a ele. As vezes dura 1, 2 3 meses ou mais. Isso varia muito de pessoa pra pessoa, mas as bichas femeas mais maternas certamente passarão por algo assim.

Por isso que muita gente diz que o filho muda a vida do casal, pois nem todos enxergam isso como reação instintiva do casal, alguns agem de forma mais individualista. Geralmente esses são aqueles pais menos atenciosos e mais distantes depois na vida dos filhos e com o casamento mais infeliz também

Tudo isso que te digo sei por pura observação, 26 anos observando.

Não é ruim para o casal, na verdade é ótimo, pois assim ambos se unem ao filho formando assim a familia.

Eu ja passei por longos periodos de abstinencia, perdi 3 bebes, tive 4 gestações dificeis, em 6anos de casada. E meu casamento é um dos mais sólidos que já vi. Em momento algum meu marido reclamou ou foi infiel, e eu tb.

O foco do post não era esse, mas já que vc falou nisso achei interessante.

O principal igrediente pra um casamento feliz é a cumplicidade. Amor é importante sim, mas de nada basta se não houver cumplicidade.

Quando se é cumplice se entende as dores e alegrias do outro. Ambos choram e riem juntos.Não se quer ter um momento feliz sem que o outro participe dele. E num relacionamento assim nada, nem a falta de sexo por maior que seja o periodo, pode abalar.

Graças a Deus tenho um marido maravilhoso, somos mais que um casal, somos amigos, cumplices, nos amamos e após 6 anos de dor e problemas ainda sosmos apaixonados.

Acho que o maior problema nos relacionamentos que vejo por ai é a sexualização das coisas, a vulgarização da familia. Um lar é composto por marido, mulher e filhos. Todos tem que participar , tem que ter harmonia. E isso tem sido raro nos relacionamentos.

Já vi esposa escondendo coisas do marido que culminam em grandes problemas, daí o marido reclama que não sabia de nada, porém o mesmo viu a movimentação estranha a seu redor e não se inteirou. Viu, todos erraram, ninguém foi cumplice, não há harmonia.

O verdadeiro amor está em se doar ao outro sem pedir nada em troca.
Quem ama conhece e respeita os limites do outro, vive e compartilha com ele os melhores e piores momentos. Respira do seu ar, sente em sua pele o mesmo suor.
Sexo não é amor, é necessidade do nosso corpo e da nossa mente. È um momento que nos damos um ao outro, em que nos unimos e sentimos nossas peles juntas como uma só. Mãs não é algo necessário. Veja isso pelos caisai idosos que se mantem cumplices após 30, 40 anos juntos. Os casais que se conhecem e se relacionam pela internet também não tem contato fisico.
Sexo é bom, é importante mas não é necessário. Quem faz do sexo uma necessidade somos nós e cabe a nós torna-lo ou não essencial á nossa vida como pessoas e como casal.


"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade."

Carlos Drummond de Andrade

6 comentários:

  1. Manu, não é ruimm para um casal esquecer do sexo depois que tem filho? Sei que deve haver um período até que volte a normalidade, mas depois desse período (pensando no que é bom para o casal), a abstinência não pode prejudicar a relação???

    ResponderExcluir
  2. Vixe, que chique!
    Meu comentário rendeu uma atualização desse nível? :o

    Bom, perguntei porque na dúvida pergunto mesmo... kkk... não sou mãe, quero ser, e esses assuntos em torno de maternidade já me interessam, sabe?

    Obrigada por desenvolver mais sobre o assunto, Manu.

    ResponderExcluir
  3. Com sexo ou sem sexo... lá vamos nós!! Obrigada pelo post ... acredita q comprei hoje o guarda roupa de portas de correr??? tá vendo já estou aprendendo tudoooo om vc ! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Great post! I wish you could follow up on this topic!

    cheap clomid

    ResponderExcluir
  5. Great work keep it coming, best blog on earth

    cheap cialis

    ResponderExcluir
  6. Good dispatch and this enter helped me alot in my college assignement. Gratefulness you on your information.

    paxil

    ResponderExcluir

E ai, o que você acha?