sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Retrospectiva 2012

Nem tenho coragem de olhar as metas que tracei pra esse ano. Sei que não cumpri nenhuma.
Por isso tracei uma nova meta na minha vida: não fazer planos.

2012 foi um ano singular na minha vida, que certamente será lembrado.

O ano do meu tratamento contra o câncer.
O ano da minha separação do meu marido (separamos em Outubro)
O ano em que antigos inimigos se tornaram amigos e antigos amigos se mostraram não tão amigos. Aprendi o verdadeiro valor da amizade.
O ano em que eu fui ao meu mais profundo pra conseguir alcançar o meu verdadeiro eu.

Foi um ano em que senti a mais profunda dor e a mais intensa alegria.

Desde que descobri o câncer abandonei um bocado esse blog, sei que vocês me perdoam. Ultimamente, nesses últimos dias antes da minha cirurgia de mastectomia (será dia 15 de Janeiro) até o blog que mantenho sobre a minha cidade (que considero um trabalho social por saber que ajudo muitas pessoas com isso) tem ficado desatualizado. 

Meu psicológico não andou bem e estará em frangalhos pelas próximas semanas. Isso é algo que eu preciso lidar comigo mesma.

Meu coração, ah meu coração... estou em paz comigo mesma aprendendo a lidar com meus sentimentos.

Estou vivendo meus dias em espera. Essa tem sido a palavra chave na minha vida: espera.
Não posso trabalhar, tive que largar o curso que tanto queria fazer de design... tudo por esperar a minha saúde estabilizar.

É difícil uma pessoa como eu ficar parada. Não ser dona do meu próprio nariz, não poder ir ou fazer o que quero.... mas tive que aprender a ter paciência. E com paciência vou aprendendo a lidar com os problemas que aparecem.

Deus me deu pessoas especiais. Nas horas que mais precisei colocou pessoas espetaculares no meu caminho. E agradeço muito a essas pessoas que já fazem parte da minha história.

2012 foi o ano que eu assumi uma paixão: entrei pra um motoclube. Isso me dá ânimo pra lutar em 2013 pra alcançar novos sonhos até então desconhecidos mas que hoje se encaixam tão bem na minha vida.

Liberdade.

Essa é a minha nova palavra chave. É o que me rege, me guia. 

Que 2013 seja um bom ano pra todos nós.

Que o fundo do poço não seja o final, mas sim o lugar perfeito pra tomar fôlego e pegar impulso pra um novo salto, um novo objetivo.

Preparem-se

Manuzinha versão 2013 vem aí!




4 comentários:

  1. No meio do vendaval ainda aprender a andar de moto. É destemida mesmo e ousada também. Sempre quis aprender a andar de moto e sempre tive medo. A estação dos ventos está acabando e depois vem a calmaria. Tudo pode dar certo. Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Vim lhe desejar um ano novo cheio de alegrias e felicidades!!!
    Conheça também!
    http://cemporcentoboneca.blogspot.com.br/
    bjs!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Manuzinha,bom dia !
    Pelo fato de vc não entregar "os pontos",já é uma grande vitória !
    Estou com vc e não abro !
    Força,coragem e fé !
    Vc há de vencer !
    Beijo...te amoooooooooooooooooooooooo !

    ResponderExcluir
  4. Oi minha querida sua maior meta vc venceu, que foi viver, agora o que vier e é lucro e te desejo neste ano muita saúde que o resto vc tira de letra ,bjsssssssss

    ResponderExcluir

E ai, o que você acha?